Bancos de leite precisam de doações com urgência

Queda no número de doadoras reduziu os estoques das unidades

BRASÍLIA (27/1/17) – Os estoques dos Bancos de Leite Humano do Distrito Federal estão em níveis de alerta devido à baixa quantidade de doações recebidas neste mês de janeiro. Entre as unidades da rede, o Hospital Regional de Santa Maria é o mais necessitado do alimento, seguido de Ceilândia, Taguatinga e Brazlândia. A rede precisa de doações com urgência e as mães interessadas em ajudar podem obter mais informações pelo telefone 160, opção 4.

“Historicamente, no mês de férias, temos baixa nos nossos estoques. Aliado a isso, no ano passado tivemos uma queda na arrecadação, o que não nos permitiu fazer um estoque de crise. Neste momento, estamos fazendo uma sensibilização das mães, uma vez que este alimento é essencial para salvar a vida dos nossos bebês”, destacou a coordenadora dos Bancos de Leite da Secretaria de Saúde, Miriam Santos.

Enquanto 2015 registrou a coleta de 16.453 litros, em 2016 foram 15.893, ou seja, 560 litros a menos. O número de doadoras também caiu, ao passar de 5.836 para 5.381. Além disso, foram 9.138 receptores em 2016, enquanto no ano anterior foram 9.593.

Ao todo, o Distrito Federal conta com 10 bancos de leite próprios da Secretaria de Saúde, três em hospitais privados e dois da rede SUS Federal. Diariamente, na rede pública, aproximadamente 150 crianças internadas em UTIs Neonatais recebem o leite. Em geral, os recém-nascidos são prematuros e de baixo peso. “Esse é o alimento ideal para a recuperação da saúde dessas crianças”, frisou Miriam.

Toda mulher que estiver amamentando seu bebê e que decida ser voluntária pode fazer doações aos bancos de leite. De acordo com a coordenadora da rede, 300ml são suficientes para alimentar até 10 bebês em um único dia.

http://www.saude.df.gov.br/noticias/item/8977-bancos-de-leite-precisam-de-doa%C3%A7%C3%B5es-com-urg%C3%AAncia.html

Quem pode ser doadora de leite humano?

Algumas mulheres quando estão amamentando produzem um volume de leite além da necessidade do bebê, o que possibilita que sejam doadoras de um Banco de Leite Humano.

De acordo com a legislação que regulamenta o funcionamento dos Bancos de Leite no Brasil (RDC Nº 171) a doadora, além de  apresentar excesso de leite, deve ser saudável, não usar medicamentos que impeçam a doação e se dispor a ordenhar e a doar o excedente.

Como doar?

Se você quer doar seu leite entre em contato com um Banco de Leite Humano.

Como preparar o frasco para coletar o leite humano?

– Escolha um frasco de vidro com tampa plástica, pode ser de café solúvel ou maionese;
– Retire o rótulo e o papelão que fica sob a tampa e lave com água e sabão, enxaguando bem;
– Em seguida coloque em uma panela o vidro e a tampa e cubra com água, deixando ferver por 15 minutos (conte o tempo a partir do início da fervura);
– Escorra a água da panela e coloque o frasco e a tampa para secar de boca para baixo em um pano limpo;
– Deixe escorrer a água do frasco e da tampa. Não enxugue;
– Você  poderá usar quando estiver seco.

Como se preparar para retirar o leite humano (ordenhar)?

O leite deve ser retirado depois que o bebê mamar ou quando as mamas estiverem muito cheias.

Ao retirar o leite é importante que você siga algumas recomendações que fazem parte da garantia de qualidade do leite humano distribuído aos bebês hospitalizados:

1- Escolha um lugar limpo, tranquilo e longe de animais;
2- Prenda e cubra os cabelos com uma touca ou lenço;
3- Evite conversar durante a retirada do leite ou utilize uma máscara ou fralda cobrindo o nariz e a boca;
4- Lave as mãos e antebraços com água e sabão e seque em uma toalha limpa.

http://www.redeblh.fiocruz.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?sid=360

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *